Família eh, família ah, família…

Família, cachorro, gato, galinha…

Família sempre é uma coisa engraçada. Essa família em especial apareceu na minha vida há mais de dez anos, de um jeito muito engraçado. Vieram a Karleen e o Matheus, ainda pequeno, com quatro aninhos, amor a primeira vista.

A Karleen, se tornou uma das minhas melhores amigas, conheci a família toda, S. Aldo, D. Mércia e até a Ana, lá longe, de vez enquanto passava por aqui. Foram jantares a luz de vela, lagrimas, risadas, a geléia de laranja da D. Mércia, vários passeios a São Francisco do Sul.

Vale lembrar que durante muito tempo não cortei o cabelo com mais ninguém. Enquanto isso o Matheus foi crescendo, a Ana, fazendo família crescer do outro lado.

E de repente, mais um! O Eduardo, Duda, vamos chamar, pois agora ele também ja é da família. Então veio o Duda, enchendo os olhos da minha amiga de brilho, trazendo muitas risadas pra essa família. E que privilégio, né Ka? Ter esses dois homens lindos na sua vida, Duda e Matheus.

E logo logo teremos mais um, não, mais uma: Celina.

Já são seis meses de espera, logo passarão mais três e veremos o rosto dessa princesa linda. Quero só ver a briga, quem será mais babão, Duda ou Matheus?

To be continued…

_ENJ7705

_ENJ7716

_ENJ7727

_ENJ7732

_ENJ7761

_ENJ7764

_ENJ7772

_ENJ7791

_ENJ7796

_ENJ7805

_ENJ7829

_ENJ7871

_ENJ7890

_ENJ7909

_ENJ7934

_ENJ7970

_ENJ7974

_ENJ7985

_ENJ8041

_ENJ8055

_ENJ8061

_ENJ8117
_MG_4435

_MG_4485

_MG_4494

_MG_4523

_MG_4559

_MG_4576

_MG_4632

_ENJ8119

Achei que era só um irmão…

Achei que era só um irmão, mas era uma família toda. Eu saio pelo mundo encontrando os membros perdidos da minha família. Em cada canto que eu passo, encontro mais um.

Em abril deste ano, estava em São Paulo com meus amigos irmãos, Lucas, Vivi e Vini. E o Lucas, sim o Lermen mesmo, me apresentou o seu irmão, que passou a ser meu irmão, então agora ele era nosso irmão! Ai deus, que confusão!!

Era nítido que nos identificamos no primeiro segundo. Dois malucos acelerados com a cabeça cheia de idéias, não podia dar certo. Mas deu! E lá embarquei eu, no final de junho em mais uma andança, dessa vez rumo ao sul (essa andança rendeu, ein).

E lá eu tive lindas surpresas, pois o Lucas e o Rodrigo me deram uma linda família de presente, da qual eu estou muito feliz de poder compartilhar esses momentos e um pouco da minha forma de ver o mundo.

Depois de uma semana rodando pelos pampas, saímos para um lugar, Segredo. Não, não é segredo. O nome do lugar era mesmo Segredo. E era lindo, quero guardar Segredo pra sempre na minha memória. Mas as imagens de Rodrigo, Keidi, Nicolly e Lorenzo eu vou compartilhar com vocês.

_DSC8622 _DSC8625 _DSC8636 _DSC8653 _DSC8664 _DSC8670 _DSC8678 _DSC8683 _DSC8690 _DSC8703 _DSC8709 _DSC8727 _DSC8730 _DSC8735 _DSC8737 _DSC8744 _DSC8758 _DSC8768 _DSC8779 _DSC8855 _DSC8869 _DSC8919 _DSC8940 _DSC8962 _DSC8995 _MG_3600 _MG_3608

Não é um Pre Wedding – Lucas e Vivi no Ninho das Águias

_ENJ6574

Esse casal conseguiu uma façanha. Mudar a minha sessão de fotos de “Pre Wedding” no site, para outro nome. Porque não precisa estar com a data de casamento marcada para se fazer uma sessão de fotos românticas. Então pessoal, em homenagem a vocês, nossa novíssima sessão de fotos se chama “Love Session”.

Mas não é sobre isso que nosso post de hoje vai falar. Como sempre, quero falar de emoções e sentimentos. E não os do casal, pois esses transbordam nas imagens, não preciso explicá-los.

E sim, sobre o que eu senti ao fotografar essas pessoas fantásticas que, a cada dia, conquistam um espaço maior no meu coração. Fotografá-los de início me pareceu um grande desafio: “Fotografar dois fotógrafos fantásticos? Que medo!”. Medo de estar sendo julgada, medo de não agradar, medo de como eu iria me sair.

Mas, espera ai! Ainda sou eu, a Carol, aquela fotógrafa ousada, brincalhona, sempre pronta a arrancar um sorriso. E olha ai, ainda são eles,  o Lucas (sem o Lermen), com seu lado obscuro, que não cria preconceitos, e que ja bebeu várias comigo. E sim, ainda é ela, a Vivi (sem o Tomas), meiga, linda, fácil, dócil, porém de personalidade e estilos próprios. Como poderia ser ruim?

Não. Não poderia. Eu só tinha que fazer aquilo que eu sempre faço. Ser eu mesma, e deixar que os clientes sejam eles mesmos, e assim não teremos fotos mirabolantes, teremos imagens verdadeiras. Pois é exatamente essa a minha busca dentro da minha fotografia. Não quero mágicas que não existam, quero o sentimento verdadeiro de cada dia. Essa para mim é a grande mágica da fotografia.

Então, muito obrigada, Lucas Lermen e Viviane Tomas, por esses momentos e imagens incríveis.

_MG_3179 2 _MG_3173 2 _MG_3167 2 _MG_3148 2 _MG_3115 2 _MG_3100 2 _MG_3092 2 _MG_3089 2 _MG_3050 2 _MG_3043 2 _MG_3025 2 _MG_2994 2 _MG_2863 _MG_2870 _MG_2887 _MG_2903 2
_MG_2918 2_MG_2978 2_ENJ6813_ENJ6765_ENJ6754_ENJ6749_ENJ6734_ENJ6711_ENJ6700 _ENJ6574_ENJ6673_ENJ6657 _ENJ6584